Logo RTM

Compartilhe

Peer-to-peer: conceito e aplicações no mercado financeiro
PorRTM
Duas mãos seguram dois blocos de madeira que se encaixam no ar representando o peer-to-peer.

O peer-to-peer (P2P) representa uma revolução no paradigma financeiro: oferece uma abordagem inovadora para transações diretas entre partes.

É sem a necessidade de intermediários tradicionais, como bancos ou instituições financeiras, que ele acontece.

Mas como entender isso na prática? Como saber quais são as aplicações para esse setor? E como estar por dentro das vantagens e riscos desse conceito? Neste texto, vamos falar tudo sobre peer-to-peer, inclusive vantagens e desvantagens.

Você está pronto para a tokenização da economia? Entenda o que isso significa e o que esperar!

O que é peer-to-peer?

Ponto a ponto. Essa é a tradução literal de peer-to-peer.

Mas o conceito, frequentemente abreviado como P2P, vai muito além disso: refere-se a um modelo de transação direta entre duas partes.

Isso quer dizer, como falamos, que não há qualquer necessidade de intermediários tradicionais, como bancos ou instituições financeiras. 

O foco está na descentralização e escalabilidade.

Esse tipo de transação é facilitado, principalmente, por plataformas online que conectam indivíduos ou empresas interessadas em emprestar ou investir diretamente com aqueles que precisam de financiamento. 

As plataformas de empréstimos entre pares são um dos exemplos mais proeminentes de como o peer-to-peer está transformando o mercado financeiro.

Mas também existem outros, como crowdfunding, que é o levantamento de capital diretamente de uma grande base de investidores individuais — e está previsto legalmente nesta resolução nº 88 da CVM.

Os exemplos também passam pelas trocas de criptomoedas, ou seja, comprar, vender e negociar uma variedade de criptomoedas diretamente entre si.

Aplicações do peer-to-peer para o mercado financeiro

Além dos exemplos tradicionais de plataformas de empréstimos entre pares, crowdfunding e trocas de criptomoedas, o peer-to-peer está encontrando novas aplicações inovadoras no mercado financeiro. 

Uma área em crescimento é a integração do peer-to-peer com o blockchain, tecnologia que tem total relação com as criptomoedas.

O blockchain não só permite transações seguras e transparentes, mas também oferece oportunidades para novos modelos de negócios baseados em contratos inteligentes e descentralização.

E, com a ascensão do DeFi (Financeiro Descentralizado), plataformas baseadas em blockchain estão surgindo para oferecer uma ampla gama de oportunidades de investimento descentralizado. 

Elas permitem que os usuários emprestem, tomem emprestado e troquem ativos digitais diretamente entre si, sem a necessidade de intermediários tradicionais. 

Isso abre caminho para uma diversidade de produtos financeiros: pools de liquidez até derivativos, sendo todos construídos sobre contratos inteligentes e executados de forma automática e transparente.

Internet, sustentabilidade e muito mais: em quais fatores o mercado deve ficar de olho nos próximos anos? Acesse nosso material e fique por dentro disso!

Imagem ilustrativa do e-book 'Internet, sustentabilidade e muito mais'.

Impactos do peer-to-peer no mercado financeiro

O modelo P2P oferece tanto ganhos como alguns riscos para os usuários quanto para as instituições financeiras.

A tecnologia blockchain, por exemplo, está sendo explorada para aumentar a transparência e a segurança nas transações P2P. Por outro lado, problemas como a inadimplência também podem impactar o mercado.

Benefícios do peer-to-peer 

Com o peer-to-peer, por natureza, os processos financeiros se tornam significativamente mais simples e ágeis, o que pode ser muito benéfico para práticas como blockchain e NFT.

Criptomoedas como Bitcoin e Ethereum permitem transferências de valor rápidas e eficientes entre indivíduos em qualquer parte do mundo, sem restrições de fronteiras.

Plataformas P2P são ideais para micropagamentos, permitindo transações de baixo valor com taxas mínimas, viabilizando novos modelos de negócios, como pagamento por conteúdo online.

Além disso, o sistema P2P facilita transações diretas entre criadores e compradores de NFTs. 

Artistas podem vender suas obras digitais diretamente aos colecionadores sem a necessidade de intermediários, como galerias ou casas de leilão.

Mercados de NFTs, como OpenSea, Rarible e Foundation, utilizam tecnologia P2P para permitir que os usuários comprem, vendam e troquem NFTs.

Riscos da aplicação do peer-to-peer

A adoção do peer-to-peer no mercado financeiro, assim como qualquer outro tema, não está isenta de riscos. 

Dois dos principais são a possibilidade de inadimplência por parte dos tomadores de empréstimos e a falta de regulamentação adequada. 

A inadimplência pode resultar em perdas financeiras para os investidores, enquanto a ausência de regulação pode expor os participantes a práticas predatórias e fraudes. 

No entanto, ao realizar a diligência devida e adotar práticas de gestão de risco adequadas, esses riscos podem ser mitigados de forma significativa. 

De quebra, vão garantir uma experiência de investimento mais segura e confiável para todos os envolvidos.

Sabia que sua empresa já pode ir se preparando para o futuro fazendo testes com a CBDC brasileira no RTM Sandbox Drex? Saiba mais!

Imagem ilustrativa sobre o RTM Sandbox Drex com a frase "Faça testes com o Drex em um ambiente simulado e se prepare para o futuro do setor financeiro brasileiro".

Deixe seu comentário

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Newsletter

Cadastre-se e receba todos os nossos conteúdos por e-mail, em primeira-mão.


    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    Veja outras notícias relacionadas

    Duas mãos seguram dois blocos de madeira que se encaixam no ar representando o peer-to-peer.
    Peer-to-peer: conceito e aplicações no mercado financeiro
    Foto de Aloísio Mota, um homem branco vestido com terno preto e camisa social branca.
    Head de Negócios fala sobre criação do Grupo Consultivo para fundos
    Homem branco digita em um notebook enquanto trabalha em um ambiente com servidores. Ao lado da foto está escrito: Colocation no Data Center do mercado financeiro
    Colocation: vantagens de alocar seus servidores em espaços físicos