Logo RTM

Compartilhe

Como colocar soluções em contêineres em uma cloud?
PorRTM
Imagem de homem pensativo a frente de um laptop dentro do grafismo da RTM com a pegunta escrita ao lado: "O que são contêineres em uma cloud?"

Na era do cloud first, a eficiência e agilidade são essenciais. Imagine encapsular suas aplicações, junto com suas dependências, em unidades autossuficientes que podem ser executadas em qualquer ambiente. Isso é possível com uma solução em contêineres. 

Ela não apenas simplifica o processo de desenvolvimento e implantação, mas também eleva a escalabilidade e flexibilidade. 

Neste guia, convidamos André Nazário, diretor da Unidade de Nuvem da RTM para trazer alguns pontos e vamos falar desde a escolha da plataforma e até mesmo estratégias de orquestração.

Qual a melhor forma de gerenciar soluções em contêineres?

Se gerenciar soluções em contêineres é o caminho, qual é a melhor forma de fazer isso?

Então, a principal pergunta a ser feita, na verdade, é: gerenciar internamente ou adotar soluções de mercado com contêineres gerenciados? 

Para o setor financeiro, a resposta muitas vezes se inclina para a segunda opção. Optar por contêineres gerenciados em plataformas de nuvem oferece uma gestão simplificada, permitindo que equipes se concentrem nas atividades essenciais. 

A simplificação está, por exemplo, na quantidade de empresas envolvidas.

“Se você contrata a infraestrutura de uma empresa, depois precisa estabelecer a conectividade, que vai vir uma segunda empresa e, ainda, precisa de mais uma empresa para manter essa atividade”, explica André Nazário, diretor da Unidade de Nuvem da RTM.

A terceirização do gerenciamento traz não apenas eficiência operacional, mas também uma camada extra de segurança fornecida pelos especialistas da plataforma. A segurança é aprimorada com mecanismos avançados oferecidos pelos provedores de nuvem. 

“Não é só o serviço de criar e manter o sistema, mas é a parte de monitorar que falta em uma gestão interna, principalmente considerando o mercado financeiro”, diz o diretor.

Na visão dele, o monitoramento é uma parte muito importante do serviço que está agregado. “É preciso saber se está tudo funcionando não só na infraestrutura, mas na própria aplicação do cliente, como por exemplo um core bancário, e se ele está funcionando adequadamente”, complementa.

Contêineres em nuvem proporcionam otimização de recursos ao mesmo tempo que permitem a rápida escalabilidade de acordo com as demandas dinâmicas do setor financeiro. 

Para somar a tudo isso, há ainda um alto custo na hora de montar a conectividade da infraestrutura, seja no seu data center ou qualquer outro lugar. “Quando a aplicação já nasce conectada, isso deixa de ser um problema”, reforça o especialista.

Como escolher o melhor data center no mercado financeiro? Acesse nosso guia antes de tomar sua decisão e faça isso com mais segurança!

O que analisar na hora de escolher uma solução em contêineres gerenciados? 

“Soluções em contêineres têm dois modelos: o que você gerencia e o que é gerenciado”, reforça André. Já considerando que a segunda opção é mais interessante, é ainda preciso escolher bem a empresa por trás desse gerenciamento.

Vários pontos-chave devem ser avaliados para garantir não apenas eficiência, mas também segurança e conformidade. São eles: 

  • Expertise do fornecedor: avalie a experiência do fornecedor em fornecer soluções de contêineres gerenciados. É natural que uma experiência sólida indique um suporte confiável e conhecimento técnico;
  • Segurança: priorize plataformas que ofereçam medidas robustas de segurança, como criptografia avançada, controle de acesso e monitoramento contínuo. A proteção dos dados financeiros deve ser uma prioridade absoluta;
  • Escalabilidade e flexibilidade: verifique a capacidade da solução em escalar de forma rápida e eficaz para lidar com picos de demanda. O dinamismo do setor financeiro exige isso;
  • Modelo de contratação eficiente: opte por um modelo de contratação que seja transparente e econômico, como o pay-as-you-go. A flexibilidade de pagar apenas pelo que é utilizado é ideal para otimizar os custos operacionais;
  • Conectividade e integração: certifique-se de que a solução se integra facilmente com outras ferramentas e sistemas essenciais no ambiente financeiro. A conectividade perfeita é que torna uma operação coesa;
  • Conformidade com as regulamentações: verifique se a solução está em conformidade com as regulamentações estabelecidas pelos órgãos de controle. No setor financeiro, o cumprimento rigoroso das normas é indispensável.

Como fazer o gerenciamento de contêineres em cloud no setor financeiro?

O gerenciamento eficaz de contêineres em nuvem no setor financeiro envolve uma abordagem estratégica que incorpora considerações de segurança, desempenho e conformidade.

O Openshift é a melhor escolha devido à sua capacidade de gerenciar de forma eficaz a orquestração de contêineres. 

Construído com a tecnologia Kubernetes, o Openshift oferece uma camada adicional de funcionalidades que tornam a orquestração mais acessível e eficiente para empresas de todos os tamanhos. Além disso, tem uma interface intuitiva e recursos de automação para simplificar tarefas complexas. 

A plataforma conta com recursos avançados, como escalabilidade automática, balanceamento de carga e atualizações contínuas, proporcionando uma base sólida para ambientes financeiros dinâmicos.  

Implementar configurações de alta disponibilidade é crucial para garantir que as aplicações financeiras permaneçam acessíveis mesmo em situações de falha. 

Isso inclui a distribuição estratégica de contêineres em várias zonas de disponibilidade para minimizar riscos.

No mesmo sentido, usar recursos dinâmicos de orquestração para otimizar a alocação de recursos conforme a demanda. 

A partir daí, vem a escalabilidade eficiente durante períodos de tráfego intenso e economia de recursos em momentos de menor demanda.

Práticas avançadas de segurança, como controle de acesso granular, monitoramento contínuo e isolamento de recursos críticos, por exemplo, também são muito bem-vindos. Elas devem incluir políticas de segurança que atendam às regulamentações rigorosas do setor financeiro.

Todas essas práticas garantem que as instituições financeiras possam criar ambientes ágeis, seguros e conformes.A RTM é uma solução completa para isso. “Nossa solução oferece a infraestrutura, que já tem a conectividade nessa infraestrutura e nós estamos agora também oferecendo serviço gerenciado em cima disso”, esclarece André. Conheça mais sobre nossos Cloud Services!

Deixe seu comentário

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Newsletter

Cadastre-se e receba todos os nossos conteúdos por e-mail, em primeira-mão.


    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    Veja outras notícias relacionadas

    Imagem de uma mão robótica com a palma virada para cima. Abaixo está escrito "E-book Inteligência artificial e segurança no mercado financeiro: desafios, conformidade e soluções para evitar fraudes e crimes cibernéticos".
    Inteligência artificial e segurança no mercado financeiro
    Imagem em vermelho escuro com a foto de um homem branco, de terno, sorrindo. Ao lado, tem um balão de fala com a afirmação "“Queremos os melhores em serviços de tecnologia para pagamentos, por isso escolhemos a RTM”. Henrique Costa, CTO, e o logo da Pay4Fun.
    Pay4Fun: RTM tem infraestrutura robusta e conhecimento de mercado
    Imagem ilustrativa de um artigo da RTM. Com fundo vermelho e a seguinte pergunta em destaque: O que é sandbox regulatório e como será o novo ambiente de testes da CVM?
    Novo sandbox regulatório: o que muda e como funciona?