Logo RTM

Compartilhe

Head de Negócios fala sobre criação do Grupo Consultivo para fundos
PorRTM
Foto de Aloísio Mota, um homem branco vestido com terno preto e camisa social branca.

Iniciado em março deste ano, o Grupo Consultivo de Tecnologia e Inovação para a indústria de Fundos vem promovendo discussões entre seus participantes a fim de descobrir soluções que facilitem o dia a dia operacional do setor. Ao todo, dez instituições participam das reuniões: BTG Pactual, XP, Itaú, BNY Mellon, Bradesco, S3 CACEIS, BNP Paribas, Banco Daycoval, Banco do Brasil e C6 Bank.

Em entrevista ao Conexão, o head de Negócios, Aloísio Mota, falou sobre os objetivos do grupo e os desafios esperados até o fim do ano. Confira a seguir.

Por que criar um Grupo Consultivo específico para a indústria de fundos?

A: O mercado financeiro cresceu muito nos últimos anos, incorporando diversos produtos e serviços para apoiar os investidores. Ter um grupo discutindo melhorias que possam auxiliar as instituições neste processo é primordial para melhorar a experiência do cliente e o desenvolvimento de novas soluções.

Quais pautas você considera mais importantes de serem debatidas em 2024?

A: São inúmeras dores, porém o crescimento da indústria de fundos nos últimos dez anos fez com que as empresas buscassem se adaptar rapidamente com soluções internas, utilizando, para isso, processos manuais ou semiautomatizados, o que vem gerando uma grande ineficiência ao setor, além de um alto custo de manutenção. O foco do grupo é apoiar a digitalização da indústria de fundos de investimento de forma estratégica. Desta forma, os temas abaixo ganham maior relevância:

i. Padronização de informações e processos

ii. Apoio a iniciativas que visam a centralização dos processos

iii. Desenvolvimento de soluções colaborativas

iv. Criação de uma infraestrutura que permita o crescimento em escala

Qual será o principal desafio deste ano para a indústria de fundos?

A: O grande desafio deste ano será encontrar soluções que permitam que a indústria continue crescendo de forma acelerada com eficiência operacional, proporcionando melhorias no atendimento ao cliente e utilizando tecnologias, como a Inteligência Artificial, para tomadas de decisão baseadas em dados.

Deixe seu comentário

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Newsletter

Cadastre-se e receba todos os nossos conteúdos por e-mail, em primeira-mão.


    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    Veja outras notícias relacionadas

    Duas mãos seguram dois blocos de madeira que se encaixam no ar representando o peer-to-peer.
    Peer-to-peer: conceito e aplicações no mercado financeiro
    Foto de Aloísio Mota, um homem branco vestido com terno preto e camisa social branca.
    Head de Negócios fala sobre criação do Grupo Consultivo para fundos
    Homem branco digita em um notebook enquanto trabalha em um ambiente com servidores. Ao lado da foto está escrito: Colocation no Data Center do mercado financeiro
    Colocation: vantagens de alocar seus servidores em espaços físicos