Logo RTM

Compartilhe

Análise e gerenciamento de riscos financeiros em fundos de investimentos

O gerenciamento de riscos em fundos de investimentos é o processo de identificação, avaliação e mitigação dos riscos associados às escolhas financeiras realizadas para gerenciar os ativos que compõem a carteira de um fundo de investimento.

No geral, os gestores são responsáveis por gerenciar esses riscos de forma a minimizar as perdas e maximizar os retornos para os investidores.

Eles podem utilizar diversas estratégias de gestão de risco, como diversificação de carteira, uso de instrumentos financeiros de proteção, estabelecimento de limites de exposição a determinados ativos.

E é o apoio de ferramentas tecnológicas que podem dar maior força a esse tipo de análise.

Mas o quão importante é fazer gerenciamento de riscos em fundos de investimentos? Quais os riscos ele pode trazer quando não é feito? Como fazer a análise disso e qual a relação da otimização com a tecnologia? A seguir, vamos falar sobre todos esses aspectos.

Você entende quais são os vieses comportamentais dos investidores? Baixe nosso e-book e descubra!

Qual a importância do gerenciamento de riscos para fundos de investimento?

A análise e gestão de riscos é fundamental para que o fundo de investimento esteja em compliance com o que foi apresentado aos investidores no regulamento do fundo de investimento.

Esse gerenciamento é também responsável por garantir que o fundo siga as normas estabelecidas pelo controle regulatório, o que é essencial para o mercado de investimentos e suas adaptações.

Para esse caso em específico, estamos nos referindo à resolução 175 da CVM. Ela dispõe sobre o funcionamento e a divulgação de informações dos fundos de investimento e a prestação de serviços para os fundos.

Em termos mais simples, é ela quem estabelece os critérios que o gestor precisa adotar para fazer o gerenciamento de risco tanto para transparência quanto para os limites do acordo.

Isso é tão positivo para quem gere, que consegue atender as demandas do fundo e manter a continuidade, como a que investe — que lucra.

A gestão eficiente de riscos financeiros também ajuda a garantir a performance do fundo e a fidelizar os clientes, afinal, os investidores satisfeitos com os resultados do fundo tendem a investir novamente.

Quais os problemas que a falta de gestão de riscos pode trazer?

Para Aloísio Mota Rodrigues Júnior, Gerente de Negócios da RTM, “é uma responsabilidade básica do gestor para gerenciar os ativos que compõem a carteira e os limites de risco conforme descrito nos documentos do fundo de investimento, o gestor é um prestador de serviço contratado pelo fundo e sua função além de escolher os melhores ativos da carteira é diligenciar para controlar os riscos”.

Ao não contar com um gerenciamento de riscos em fundos de investimentos, isso aumenta o risco de rentabilidade do ativo e prejudica a performance do fundo de investimento. Vale reforçar que todo fundo de investimento deve realizar o gerenciamento do risco, sendo uma obrigatoriedade do gestor e/ou administrador.

Esse processo tem um forte impacto na imagem e reputação do fundo, pois a má gestão dos riscos pode gerar perdas para os investidores e isso pode ser divulgado de maneira ampla.

Ao mesmo tempo, existem outros problemas oriundos da negligência, como problemas jurídicos devido ao não cumprimento de todas as normas da CVM.

“O grande desafio da administração de recursos de terceiros é que o controle de risco deve ser muito mais apurado que a gestão que uma instituição faz dos seus próprios. E é isso que a CVM exige, para poder proteger o investidor”, reforça Aloísio.

Como entender o mercado de fundos de investimentos? Veja dados e insights sobre o tema!

Como fazer a análise e gerenciamento de riscos financeiros?

Existem algumas formas de fazer a análise e gestão dos riscos. Aloísio cita alguns tipos, como o back test que consiste na avaliação do risco passado. “Ele consegue rodar crises que aconteceram no passado para fazer um cenário de estresse.”

Além disso, também há o controle dos limites dos ativos investidos e o limite de concentração em um único ativo.

“Existem sistemas que fazem esse controle de gerenciamento de risco e, com base nesse processo, o gestor vai fazendo essa alocação. Se em algum momento ele passa do limite, automaticamente ele vai ser alertado.”

Em cada caso, a gestora do fundo precisa entender qual a forma que faz mais sentido para o seu tipo de fundo e para as suas necessidades de compliance e transparência.

De forma geral, contar com o apoio de um software de gerenciamento de risco é fundamental para fazer esse controle no dia a dia. Ou seja, em vez de contratar uma empresa para isso, o próprio gestor pode ter esse controle de maneira automática.

Como otimizar a gestão de fundos de investimento?

A gestão de fundos de investimento pode ser otimizada pela análise de riscos a partir de um software. No entanto, existem várias outras ferramentas e tecnologias que ajudam a fazer uma gestão eficiente de fundos de investimento.

A preocupação com o compliance e a transparência também envolve soluções que facilitam a integração e a comunicação entre players em operações de integralização e portabilidade de cotas de fundos de investimento. Um exemplo é a plataforma Hub Fundos, que facilita a troca de informações entre os players do mercado de fundos, promovendo mais eficiência nestas operações. A tecnologia tem sido uma grande saída para o avanço do mercado de investimentos. Quer entender como? Acesse nosso conteúdo sobre o tema!

Deixe seu comentário

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Newsletter

Cadastre-se e receba todos os nossos conteúdos por e-mail, em primeira-mão.


    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    Veja outras notícias relacionadas

    Imagem de uma mão robótica com a palma virada para cima. Abaixo está escrito "E-book Inteligência artificial e segurança no mercado financeiro: desafios, conformidade e soluções para evitar fraudes e crimes cibernéticos".
    Inteligência artificial e segurança no mercado financeiro
    Imagem em vermelho escuro com a foto de um homem branco, de terno, sorrindo. Ao lado, tem um balão de fala com a afirmação "“Queremos os melhores em serviços de tecnologia para pagamentos, por isso escolhemos a RTM”. Henrique Costa, CTO, e o logo da Pay4Fun.
    Pay4Fun: RTM tem infraestrutura robusta e conhecimento de mercado
    Imagem ilustrativa de um artigo da RTM. Com fundo vermelho e a seguinte pergunta em destaque: O que é sandbox regulatório e como será o novo ambiente de testes da CVM?
    Novo sandbox regulatório: o que muda e como funciona?