Logo RTM

Compartilhe

SD-WAN: guia completo para conectividade nas empresas
PorRTM
Guia completo da SD-WAN

O tráfego de rede das instituições financeiras tem mudado ao longo do anos, mas, com o passo cada vez mais acelerado para tecnologias como cloud e inteligência artificial, bem como para o trabalho remoto, ele gerou pressão adicional sobre a tradicional WAN.

Isso quer dizer que as soluções para conexões de rede que a maioria das instituições usam não mantêm a resiliência para um tráfego tão alto.  Com isso, a SD-WAN (Software-Defined Wide Area Network) ganhou atenção renovada no segmento financeiro. 

Ela é uma alternativa promissora para atender às necessidades das instituições e às características de seu modelo de negócio, com aplicações de alta criticidade que exigem processamento em tempo real e grande nível de segurança.

Na prática, já podemos ver isso também: o tamanho do mercado global de rede de área ampla definida por software (SD-WAN) é de US$ 3,4 bilhões em 2022 e deve ir para US$ 13,7 bilhões em 2027, a uma taxa de crescimento de 31,9%, segundo o Markets and Markets.

Mas você entende bem o que ela é e para que ela serve? Já está familiarizado com todos os seus benefícios? E sabe como escolher a melhor opção? 

A seguir, iremos ajudar você com isso no nosso guia sobre o tema!

O que é SD-WAN e para que serve?

A SD-WAN (Software-Defined Wide Area Network) é uma tecnologia que permite uma gestão mais eficiente e flexível das conexões de rede em empresas. 

Ela foi desenvolvida para atender às necessidades das organizações modernas, que dependem cada vez mais de uma infraestrutura de rede ágil e confiável para suportar as suas operações.

Em uma rede tradicional, as empresas costumam utilizar redes MPLS (Multiprotocol Label Switching) para conectar suas filiais e escritórios centrais. 

No entanto, essa abordagem tem algumas limitações, como alto custo, complexidade na implantação e falta de flexibilidade para se adaptar a novas demandas de conectividade.

Já a SD-WAN  resolve esses problemas ao introduzir um conceito de virtualização de rede. 

A sua principal característica é a capacidade de gerenciar a rede de forma centralizada por meio de um software.

Isso significa que as políticas de tráfego podem ser configuradas e ajustadas de maneira fácil e rápida, sem a necessidade de configurações manuais em dispositivos de rede individuais. 

Além disso, essa solução é agnóstica ao meio de comunicação e, por isso, consegue utilizar simultaneamente diferentes tipos de acessos, como MPLS, Internet, LTE (Celular) ou até satélite, para atender a necessidade da aplicação no momento.

Ou seja, a SD-WAN direciona o tráfego de forma inteligente, roteando-o por caminhos otimizados, com base nas condições da rede, como latência, disponibilidade e largura de banda.

No mercado financeiro, onde a conectividade rápida e segura é essencial para as operações diárias, a SD-WAN oferece uma série de benefícios. 

Por exemplo, uma instituição financeira com várias filiais pode utilizar a tecnologia para conectar suas agências de forma eficiente, direcionando o tráfego por caminhos mais rápidos e confiáveis. 

A tecnologia também permite a integração segura de serviços em nuvem, como sistemas de gerenciamento de investimentos ou aplicativos de negociação em tempo real.

Ela também ajuda as equipes de TI das empresas do mercado financeiro ao simplificar a gestão da rede. 

Com a interface de gerenciamento centralizada, as equipes podem configurar e monitorar a rede de forma mais eficiente, identificando problemas e respondendo a eles rapidamente. 

Além disso, a SD-WAN oferece recursos avançados de cibersegurança, como criptografia de ponta a ponta, prevenção contra ameaças e segmentação de rede, garantindo a proteção dos dados financeiros confidenciais.

Principais benefícios da SD-WAN para empresas

Existem várias vantagens em adotar essa tecnologia, que traz benefícios significativos para empresas de diversos setores, incluindo o mercado financeiro. 

A seguir, veja os principais benefícios da SD-WAN em relação à melhoria da experiência dos usuários, simplificação da gestão e aumento da segurança.

Integração de redes

Em primeiro lugar, ela permite a integração de diferentes tipos de conexões de rede, como links de Internet de banda larga, MPLS, 4G/5G e até mesmo redes sem fio.

Isso proporciona maior flexibilidade e escalabilidade, permitindo que as empresas utilizem a combinação de conexões mais adequada para cada filial ou escritório.

A tecnologia oferece recursos avançados de roteamento inteligente, que analisam as condições da rede em tempo real e direcionam o tráfego por caminhos otimizados. 

Dessa forma, é possível alcançar um desempenho superior, reduzindo a latência e aumentando a disponibilidade da rede.

Visibilidade e controle da rede

Com o software orquestrador da SD-WAN, as equipes de TI têm uma visibilidade abrangente e em tempo real sobre o desempenho da rede.

Através de um painel de controle centralizado, é possível monitorar o tráfego, identificar gargalos e anomalias, e realizar ajustes conforme necessário. 

Isso facilita a visibilidade e o controle da rede, inclusive remotamente, e fornece informações completas sobre o desempenho dos links e das aplicações. 

Além disso, é possível produzir relatórios de desempenho de WAN e avaliar com mais precisão a utilização da rede, apoiando decisões de negócio.

Otimização de performance das aplicações 

A solução SD-WAN reconhece e prioriza automaticamente as aplicações, de acordo com a criticidade, direcionando pelos acessos mais adequados. Além disso, melhora o tempo de resposta e qualidade das aplicações.

Por exemplo: se uma transferência de arquivos está sendo realizada, mas ocorre uma falha no link utilizado, ela é automaticamente redirecionada ao acesso de melhor performance, sem qualquer interrupção na transmissão. 

Para isso, são considerados critérios de segurança, qualidade de tráfego e custos. Desta forma, a disponibilidade e desempenho de aplicações essenciais para o negócio é garantida. 

Além disso, a tecnologia pode identificar automaticamente as melhores rotas de rede para cada aplicação, levando em consideração fatores como latência, disponibilidade e qualidade da conexão.

Isso resulta em uma melhor experiência para os usuários, mesmo em ambientes com múltiplas filiais ou escritórios remotos.

Redução de custos

Uma das principais vantagens da SD-WAN é a possibilidade de redução de custos em relação às tradicionais redes MPLS. 

Ao utilizar conexões de Internet de banda larga ou 4G/5G, as empresas podem obter uma conectividade de alta qualidade a um custo mais baixo. 

Ela também tem o papel de simplificar a gestão da rede, eliminando a necessidade de configurações manuais em dispositivos individuais e reduzindo o tempo e os recursos necessários para o gerenciamento da infraestrutura de rede. 

Essa eficiência operacional resulta em uma redução dos custos gerais de manutenção e operação da rede.

Cloud Friendly

A maioria das empresas utiliza hoje uma série de aplicações baseadas na nuvem, como SaaS e IaaS, e tem uma política cloud first.

Isso aumenta consideravelmente o tráfego e pode causar instabilidade, falhas de comunicação, queda na conexão, vulnerabilidade de dados — e ainda acabar aumentando os custos. 

Por conta da integração com diferentes acessos, flexibilidade e inteligência, a solução  SD-WAN é a melhor forma de garantir o acesso a soluções baseadas em nuvens públicas ou privadas, sem prejudicar a segurança e o desempenho. 

Ainda, a tecnologia oferece recursos avançados de segurança, como criptografia de ponta a ponta e prevenção contra ameaças, garantindo a proteção dos dados sensíveis armazenados na nuvem.

Você sabe qual é o melhor data center para a área financeira

O passo a passo para implantar SD-WAN na sua empresa

Implantar a Software-Defined Wide Area Network em uma empresa requer seguir algumas etapas importantes. 

Aqui está um passo a passo para ajudar no processo de adoção da SD-WAN:

  • Entender quais são as necessidades específicas da sua empresa: antes de adotar essa tecnologia, é essencial compreender os requisitos e desafios específicos da sua empresa. Isso pode incluir a análise das demandas de conectividade das filiais, a necessidade de integração com serviços em nuvem, os requisitos de desempenho de aplicativos críticos, entre outros;
  • Fazer a análise técnica da infraestrutura da empresa: é importante realizar uma análise completa da infraestrutura de rede existente. Isso inclui identificar os diferentes tipos de conexões utilizadas, como links MPLS, conexões de Internet de banda larga, 4G/5G, entre outros. Além disso, é necessário avaliar o desempenho da rede atual, identificar possíveis gargalos e considerar questões de segurança;
  • Escolher a solução mais adequada: com base nas necessidades e objetivos da sua empresa, é necessário escolher a solução mais adequada. Existem várias opções disponíveis no mercado, cada uma com suas próprias características e recursos. É importante considerar aspectos como segurança, desempenho, escalabilidade, facilidade de gerenciamento e integração com serviços em nuvem;
  • Realizar a implementação e configuração: após escolher a solução, é hora de proceder com a implementação e configuração da tecnologia. Isso geralmente envolve a instalação de dispositivos de rede específicos nas filiais e escritórios, bem como a configuração das políticas de tráfego e segurança por meio do software orquestrador, que permite o  gerenciamento centralizado do ambiente;
  • Monitorar e manter: com a implantação feita, é preciso monitorar continuamente o desempenho e a segurança da rede. Isso pode ser feito por meio do software orquestrador que permite o gerenciamento centralizado,  além de fornecer visibilidade em tempo real, permitindo que a equipe de TI identifique e responda a qualquer problema ou anomalia que surja. 

Dicas para escolher a solução SD-WAN ideal para sua empresa

Ao escolher a solução SD-WAN ideal para a sua empresa, especialmente no setor financeiro, é importante considerar alguns pontos específicos que atendam às necessidades e requisitos desse segmento. 

Em primeiro lugar, é fundamental optar por uma solução que seja desenvolvida especificamente para atender às necessidades desse segmento.

O setor financeiro possui requisitos únicos: alta disponibilidade, segurança robusta e conformidade regulatória. 

Portanto, é preciso escolher uma tecnologia bancária que ofereça recursos específicos para atender a essas demandas, como criptografia avançada, segmentação de rede e prevenção contra ameaças.

Além disso, é essencial selecionar um fornecedor com credibilidade e experiência no mercado. 

Ao lidar com as comunicações e dados financeiros sensíveis, é crucial escolher uma empresa que seja confiável e que tenha um histórico comprovado de segurança e proteção de dados. 

Verifique as referências do fornecedor, pesquise sobre sua reputação no mercado e analise se eles possuem certificações relevantes de segurança da informação. 

E lembre-se: à medida que sua empresa cresce e expande suas operações, a solução deve ser capaz de acompanhar essa evolução. 

Certifique-se também de que o fornecedor possua uma infraestrutura sólida e recursos de suporte adequados para lidar com as necessidades futuras da sua empresa. 

A capacidade de suporte técnico rápido e eficiente é crucial para garantir a continuidade das operações e a resolução de problemas de maneira ágil!

Como a RTM ajuda o setor financeiro a usar SD-WAN?

A RTM é especialista em soluções para o mercado financeiro e desenvolveu uma ferramenta de SD-WAN específica para atender às necessidades de instituições financeiras com eficiência e segurança.

A SD-WAN da RTM é projetada levando em consideração as necessidades específicas das instituições financeiras, proporcionando benefícios e diferenciais significativos.

Ela utiliza uma arquitetura computacional estruturada por hardware e software no núcleo da rede para transformar diferentes tipos de acessos, como internet dedicada, banda larga, 3G/4G e link dedicado, em uma única conexão estável. 

Essa abordagem permite que a conexão se adapte às necessidades de cada aplicação, garantindo qualidade de serviço e segurança.

Com ela, você consegue ter:

  • Acompanhamento automatizado das condições de desempenho de todos os recursos da rede;
  • Gerenciamento do congestionamento da rede para obter uma melhor performance e menor custo com a ampliação das opções de acesso;
  • Comunicação entre os dispositivos criptografada, automatização operacional e simplicidade na implantação de uma nova rede;
  • Possibilidade de compartilhamento de cargas de trabalho através de conexões.

 

Se você está buscando uma opção confiável e adaptada ao setor financeiro, a solução da RTM é a escolha certa. 

Para saber mais sobre como a RTM pode ajudar sua empresa, entenda mais sobre nosso produto SD-WAN!

Newsletter

Cadastre-se e receba todos os nossos conteúdos por e-mail, em primeira-mão.


    Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

    Veja outras notícias relacionadas

    Duas mãos seguram dois blocos de madeira que se encaixam no ar representando o peer-to-peer.
    Peer-to-peer: conceito e aplicações no mercado financeiro
    Foto de Aloísio Mota, um homem branco vestido com terno preto e camisa social branca.
    Head de Negócios fala sobre criação do Grupo Consultivo para fundos
    Homem branco digita em um notebook enquanto trabalha em um ambiente com servidores. Ao lado da foto está escrito: Colocation no Data Center do mercado financeiro
    Colocation: vantagens de alocar seus servidores em espaços físicos